Caso você não consiga visualizar este e-mail, clique aqui.

  agosto 2012    
       
       
 

Luta pela valorização profissional

A luta da Sociedade de Anestesiologia de Minas Gerais (SAMG) pela valorização da categoria foi marcante no primeiro semestre de 2012. Visando garantir o reconhecimento e os direitos da profissão, a SAMG entrou em contato com a Unimed – BH, o Instituto da Previdência dos Servidores Militares de Minas Gerais (IPSM) e o Ministério Público Estadual. Aliado a isso, a entidade ainda participou de Jornadas de Anestesiologia em diferentes regiões do país, de forma a expandir articular sua luta com os profissionais de outros estados.

No mês de abril foi encaminhada à Unimed - BH uma carta da entidade, demandando uma reunião com os anestesiologistas conveniados a fim de dar continuidade às negociações sobre os honorários, que até agora não geraram nenhum resultado. Infelizmente a cooperativa ainda não respondeu à nossa solicitação. Além da Unimed – BH, a entidade buscou, e conseguiu, agendar uma reunião com representantes da Polícia Militar, junto com a Cooperativa dos Anestesiologistas de Minas Gerais (Coopanest-MG) para discutir os honorários recebidos pelo convênio com o Instituto da Previdência dos Servidores Militares de Minas Gerais. A reunião foi positiva, com promessa de aumento por parte dos representantes do IPSM.

 

Da esquerda para a direita: anestesiologista Dr. Rodrigo Lima, coordenador da Comissão Estadual de Honorários médicos, Dr. Juraci Gonçalves de Oliveira, vice-presidente da Samg, Dra. Michelle Nacur e presidente da Samg, Dr. Jaci Custódio. Paralização nacional da luta pela valorização profissional

 
     
           
 

Jornadas de Anestesiologia

Entre os dias 8 e 10 de março, a SAMG marcou presença na Jornada de Anestesiologia do Norte-Nordeste, realizada em Salvador. Na oportunidade, a Sociedade debateu sobre a importância da participação das Cooperativas dos Médicos Anestesiologistas (Coopanest) de diferentes estados na luta pela implementação da última edição da Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM), que já é uma realidade em vários estados do Brasil.

Em abril, a SAMG esteve em Canelas (RS), para participar da Jornada de Anestesiologia do Sul do Brasil. Lá a entidade entrou em contato com o diretor de Defesa Profissional da Associação Médica Brasileira, o Dr. Jurandir Coan Turazzi, para discutir a necessidade de revisão da CBHPM, visando eliminar os portes anestésicos 1 e 2.

A SAMG ainda esteve presente na Jornada de Anestesiologia do Sudeste Brasileiro, realizada nos dias 7, 8 e 9 de julho em Vitória (ES). Na ocasião, a entidade levou as demandas dos anestesiologistas mineiros e buscou apoio de outros Estados da região. Buscando se articular com outras entidades da categoria, foram encaminhadas as tentativas de acordo da luta pela melhoria da remuneração e pelos portes anestésicos, incluindo a eliminação dos portes 1 e 2; a proibição de plantões por residentes em hospitais públicos e privados; e a garantia de que as sedações sejam realizadas exclusivamente por anestesiologistas.

 

SAMG lança revista especializada

Para se aproximar ainda mais de seus associados, a SAMG, em conjunto com a Cooperativa dos Anestesiologistas de Minas Gerais (Coopanest- MG), elaborou a primeira revista especializada em anestesiologia. O novo veículo substitui o jornal, que antes era produzido pelas mesmas entidades, e abordará vários assuntos de interesse dos profissionais. A publicação terá sempre uma matéria especial de capa, uma entrevista, um editorial, uma coluna jurídica, além de trazer assuntos diversos para os médicos anestesiologistas


 

Revisão das normas

Na luta pelo justo reconhecimento dos profissionais da área, a SAMG tem participado de encontros e debates com o objetivo de discutir e revisar as normas e regulamentações que afetam as atividades da categoria. Somente neste primeiro semestre, a entidade participou de cinco encontros e reuniões visando a valorização e o respeito aos anestesiologistas.

No dia 25 de abril, a entidade esteve presente na Assembléia Geral da categoria, que traçou metas e estratégias para a valorização dos profissionais.

Além do encontro, a Unimed convocou a SAMG e os comitês técnicos da endoscopia e anestesiologia com a finalidade de estabelecer critérios de quais pacientes deveriam ser sedados pelo anestesiologista. A Unimed, por sua vez, alegou que não teria recursos para pagar os profissionais para administração de todas as anestesias para todos os pacientes contemplados pelo convênio. Diante disso, a SAMG, juntamente com o comitê presente, elaborou um documento esclarecendo os riscos de uma sedação feita por médicos sem especialização na área. O tema ainda está sendo alvo de debates entre a Sociedade e a Unimed.

Dando continuidade às ações, foram encaminhadas pela Sociedade cartas à Associação Médica Brasileira (AMB) e a Sociedade Brasileira de Anestesiologia (SBA) solicitando porte anestésico para todos os procedimentos. Também foi solicitada a revisão da última edição da Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos, onde ocorrem algumas perdas para a anestesiologia. Foram encaminhadas ainda cartas aos conselhos Federal (CFM) e Regional de Medicina (CRM), solicitando revisão das normas relativas às sedações.

Além destas iniciativas, a SAMG esteve presente em duas reuniões do CRM. A Sociedade foi convidada também para uma reunião do CFM em Brasília. Emtodos os encontros a entidade levou a discussão sobre as sedações em procedimentos diagnósticos e/ou terapêuticos realizados por não anestesiologistas, reafirmando sempre a necessidade do justo reconhecimento e valorização dos profissionais da área.


 
         
       
 

SAMG promove workshop de Ultrassom em anestesia

Buscando aprimorar a qualificação dos profissionais anestesiologistas, a SAMG promoveu, no dia 14 de julho, o primeiro workshop sobre "Ultrassom em anestesia". A iniciativa foi muito bem aceita pelos anestesiologistas, que preencheram todas as vagas do evento nos três primeiros dias de inscrição.

Workshop de Ultrassom em anestesia

 
       
 

Reunião com os coordenadores de equipe de anestesiologia

A SAMG promoveu no dia 13 de junho uma reunião com os coordenadores de equipe de anestesiologia para reivindicar apoio na grave questão dos residentes que realizam plantões como titulares. Solicitamos que esta prática seja coibida e estamos estudando formas de resolver o problema. Entendemos que essa prática é inadequada, pois além de não trazer segurança para a realização das anestesias, prejudica as negociações justas por melhores honorários. Se não existem anestesiologistas para preencherem as vagas nos hospitais, não é por falta de profissionais no estado de Minas Gerais, mas sim por falta de remuneração adequada e condições mínimas de trabalho. Contamos com o apoio dos coordenadores dos serviços públicos e privados para não contratarem médicos residentes, bem como a compreensão dos próprios residentes em não aceitar este tipo de trabalho. Este tipo de contratação prejudica ambas as partes, bem como o presente de toda a classe anestésica, comprometendo o futuro da categoria ao enfraquecer a especialidade na qual eles estão se formando.

SAMG

 
           
Sociedade de Anestesiologistas de Minas Gerais
Rua Eduardo Porto, 575 - Cidade Jardim - Belo Horizonte- Minas Gerais - CEP 30.380-060 Telefax: (31) 3291-0901